Juros no rotativo do cartão de crédito subiram 4,6 pontos em 2021

Com novo aumento, as taxas chegaram a 336,1%

Utilizado em momentos de emergência financeira, o rotativo do cartão de crédito aumentou ainda mais em agosto deste ano.

Segundo informações veiculadas pelo Banco Central (BC), com o aumento de 4,6 pontos, as taxas passaram de 331,5% para 336,1% ao ano na modalidade.

Em relação aos parcelamentos, os juros se mantiveram: permanecem em 163,7% ao ano.

A subida do juro médio ocorreu no momento em que a Selic passa por alta rápida, definida pelo Comitê de Política Monetária (Copom).

Considerado o maior aumento desde agosto de 2017, quando a taxa chegou a 393,3% ao ano, o rotativo do cartão do crédito bateu seu recorde em 2016, quando atingiu 497,7% ao ano.

Para o cheque especial também houve aumento nos mesmos meses: entre julho e agosto, a taxa subiu de 124% para 124,9%.

Ainda de acordo com os dados divulgados pelo BC, a relação entre o saldo das dívidas e a renda acumulada em 12 meses, chegou a 59,9% em junho, batendo um novo recorde.

A atenção às taxas neste momento é essencial para evitar descontroles financeiros.

Tags: juro rotativo