O que são e como funcionam os juros

Entender as diferenças e aplicação de juros simples dos compostos podem ser a chave para o sucesso na administração do seu dinheiro

Para entender melhor o conceito de juros,  é preciso, em primeiro lugar, compreendê-lo como o valor do aluguel do dinheiro no tempo. Quando adquirimos um produto ou serviço e usamos o crédito como forma de pagamento, recebemos o benefício antecipado de adquirir o item e pagar depois, o que quase sempre inclui uma taxa de juros. Essa taxa pode ser definida como uma espécie de "aluguel" por essa utilização antecipada do dinheiro, que recompensa quem paga e onera quem recebe o empréstimo.  

Para entender melhor aplicação de juros no, em primeiro lugar, precisamos entender a diferença entre juros simples e juros compostos. 

Juros simples 

Juro simples, ou "juros não capitalizados" são jogos são pagos exclusivamente sobre o capital principal.  

Juros compostos 

Juros compostos, ou "juros sobre juros" ou "juros capitalizados", são incorporados ao capital principal e passam a também reduz juros após cada período de capitalização, que normalmente tem um mês. 

Como utilizar juros simples e compostos a seu favor 

É importante ressaltar que a incidência de juros compostos aumenta o valor inicial de forma significativa, mas isso vale tanto para dívidas quanto para aplicações financeiras.